Enterro de Lázaro Barbosa será apenas para familiares, diz advogado
PUBLICIDADE

Enterro de Lázaro Barbosa será apenas para familiares, diz advogado

Igor Juan

30 de junho de 2021
Atualização:30 jun 2021 às 13:46

Lázaro-Lázaro Barbosa-Lázaro Barbosa tira fotos de vitimas

Lázaro Barbosa foi morto no dia 28 de junho de 2021. Foto divulgação.

Morto durante troca de tiros com forças policiais de Goiás na última segunda-feira (28/6), em Águas Lindas (GO), no Entorno do Distrito Federal, Lázaro Barbosa de Sousa, 32 anos, será sepultado em cerimônia fechada, restrita aos familiares. O local e o horário do sepultamento não foram divulgados.

A informação é do advogado Wesley Lacerda, que presta apoio aos parentes do suspeito de matar uma família no Distrito Federal e balear outras cinco pessoas numa série de assaltos, em chácaras na capital do país e em Goiás.

“A família optou por fazer uma cerimônia fechada somente para os parentes. O local do sepultamento e a data não serão divulgados, por questão de segurança e privacidade dos familiares”, esclarece Lacerda.

Na manhã desta quarta-feira (30), o corpo já havia sido liberado pelo Instituto Médico-Legal (IML) de Goiânia (GO). É necessário, no entanto, que um parente de primeiro grau faça a retirada.

“Como foi dito por mim, eu prestaria apoio à família neste último momento, por uma questão de caridade e humanidade, pois os familiares são muito carentes e de baixa instrução”, revela o advogado. “Meu apoio ficou restrito a buscar informações junto ao IML sobre a liberação do corpo, bem como a passar as informações corretas, e de forma clara, para os familiares – o que foi feito”, ressalta.

Lázaro Barbosa morreu com alvejado por 39 tiros

Laudo preliminar feito pelo IML de Goiânia mostra que Lázaro Barbosa de Sousa morreu ao ser atingido por 39 disparos de pistolas da marca Sig Sauer calibre 9mm e Taurus. Um dos militares goianos envolvidos na ocorrência portava um fuzil Bushmaster.

Na tarde de segunda-feira (28), a Secretaria de Saúde de Águas Lindas havia divulgado que teriam sido disparados 38 tiros no corpo do maníaco, de um total de 125 projéteis de munição. Cercado por cinco integrantes da Polícia Militar de Goiás (PMGO), o psicopata resistiu e chegou a descarregar duas armas contra a guarnição, que revidou.

O Correio do Interior é produzido por jornalistas que apuram e chegacam informações dos fatos diariamente notíciados no jornal.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *