Empresário uruguaio relata experiência de abrir negócio em São Roque
PUBLICIDADE

Empresário uruguaio relata experiência de abrir negócio em São Roque

Redação

9 de março de 2020
Atualização:09 mar 2020 às 8:47

Após ter vivido uma experiencia no Brasil, mas precisamente em São Roque, o empresário Gabriel, decidiu junto a sua família a abrir um negócio fora de seu pais de origem – Uruguay, e escolheu a terra do vinho para prospectar bons frutos na vida de empreendedor, porém encontrou algumas dificuldades, e ao Correio do Interior o empresário relatou a experiência de abrir um negócio na cidade e mantê-lo. 

Ao Correio do interior ele contou que vivendo no Uruguaio sempre ouvia falar de São Roque e que junto a sua família, decidiu para São Roque, a cidade bonita como ele a família chama a cidade. 

“A minha experiência em São Roque, provavelmente é mais uma história de esforço, de trabalho, de sonhos quebrados, de decepções, tristezas… Uma história de vida. Um combo para criar uma novela das 21h, com episódios de sofrimento e choros. Quem vem de fora (De um país a outro), vem com uma mochila de ilusões com muita vontade de trabalhar para desenvolver uma nova vida, junto aos novos sonhos trazemos para então “nova vida”, a família em geral, esposa e filhos, cada um com uma necessidade de mudar para melhorar – ainda quando todos sabemos que isso leva um certo período, e de muito trabalho- para que essa mudança seja válida.

Eu sou uma pessoa de muito trabalho. Tenho percorrido longos caminhos pelo mundo. Tenho trabalhado na Argentina, Paraguay, Bolívia, Espanha, Alemanha é Bélgica.  

No ano 2017 uma pessoa do Equador –César Herrera Delgado- que mora a muito tempo em São Roque, me faz uma proposta para começar um negócio de representações e vendas (comércio internacional) e abrir uma empresa em nome dos dois, uma sociedade. Eu confiei totalmente nessa pessoa, já conhecia ele a muitos anos por ter trabalhado com ela na minha empresa no Uruguai. Uma pessoa muito séria, trabalhando numa multinacional eu achei totalmente confiável. A coisa começou bem, com negócios que deram resultados e lucro.

Pouco tempo depois ele me propôs a mudar para morar em São Roque junto com toda minha família (esposa é 3 filhos). Eu achei ótima ideia. Uma cidade bonita, com muitas possibilidades para trabalhar e os filhos morar seguros. Até então nada podia dar errado.

Tudo era maravilhoso até que o meu sócio decidiu pegar o dinheiro que tínhamos na conta no banco.
Para mudar para o Brasil, tirei os documentos necessários e realizei todos os tramites legais. Em São Roque a ideia era (e foi) de abrir um bistrô com culinária e costumes do uruguai, uma proposta boa e diferente.
As críticas construtivas foram boas, algumas excelentes mais começaram também as propostas de mudar o planejamento e proposta do negócio e virar para uma coisa mais internacional.

Algumas pessoas questionavam o porque eu não fazia hambúrguer, que daria mais movimento ao bistrô. Explicava que mudanças, envolve criação, mais esforço mais investimentos, e que muitas das vezes tudo isso ainda era muito pouco para que as coisas pudessem fluir. Outras idéias chegaram e contratamos até um serviço de delivery, que cobrava um valor inicial de R$ 200 mais o percentual de vendas. algo muito caro.

Em pouco tempo percebi que não havia nada de errado com o nosso negócio, estava tudo certo, levei em consideração com a experiencia que tinha, que algumas coisas sim precisavam de alguns ajustes, pois nada começa tudo muito certo 100%, logo pude observar que o público tinha outros costumes, horários, preferencias.

O público não gosta de experimentar coisas novas. Quem vem de São Paulo para uma cidade como São Roque, vem somente para tirar selfie e mostrar que esteve em tal lugar (chácaras, cabanas, botequim)…. mas não para explorar novas ideias, sabores, é um turismo sim físico e não gastronômico, para experimentar coisas diferenciadas. Além dessa situação existe outros pontos e fatores no qual a minha experiencia de negócio em São
Roque não foi conforme esperava…”

Do Brasil e de São Roque posso garantir que o são-roquense são bem receptivos. Tem pessoas de bom coração, de alto astral e bom humor. Mas também tem pessoas que gostam de viver sem olhar ao redor, de se fecharem de acharem que são melhores que todos. São Roque é uma cidade maravilhosa, com muitas coisas bonitas é mas é uma cidade muito difícil para quem vem de fora. Todos se aproveitam do gringo que vem de fora, pensando que ele tem muito dinheiro para gastar.

Os empresários da cidade já consolidados, fazem de tudo para te prejudicar, para você se sentir desamparado, um dos motivos no qual me fez desistir de seguir com meu estabelecimento. Finalizou o empresário, que retornou para o seu país para começar de novo, deixando atrais um monte de sonhos e uma grande saudade.

O Correio do Interior é produzido por jornalistas que apuram e chegacam informações dos fatos diariamente notíciados no jornal.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *