Empresa que gerencia Botafogo de Ribeirão Preto penhora contas do clube


03/09/2019 l Atualizada em - 03/09/2019 às 11:13

Assim como acontece no Figueirense (SC), o Botafogo de Ribeirão Preto se tornou um ‘’clube-empresa’’, no modelo S&A (Sociedade Anônima) e assim como ocorre no clube catarinense, que chegou até a sofrer uma gravíssima greve geral dos jogadores, a Pantera enfrenta uma crise financeira e teve suas contas penhoradas, na tarde de ontem (02).

“O que aconteceu foi que, como assumimos o clube com duas parcelas do Reffis em atraso, e algumas outras parcelas já com três atraso, nós repactuamos o Reffis. Voltamos ele para só dois meses de atraso e o ato trabalhista do mês passado não foi pago. Então houve uma penhora na conta da S/A, Esperávamos que haveria um repasse com o desconto desta penhora, mas nem o repasse restante foi depositado na conta do clube – reclamou Dmitri Abreu, presidente do Botafogo, em entrevista para um canal de esportes.

A empresa Botafogo S&A, que administra o clube, disse que não vai se pronunciar sobre este assunto.

O valor penhorado foi de 80 mil reais e a diretoria do clube esperava que 40mil reais fossem depositados nas suas contas bancárias. O Reffis de R$ 75 mil mensais entrou na terceira parcela em atraso, o que pode acarretar com a perda desse dinheiro, pela Receita Federal.
O Botafogo enfrenta o América MG, no próximo Sábado (07), no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, às 11h, e depois joga novamente em casa, contra o São Bento, no dia 13 de Setembro.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *