Em nota vazia e sem explicações, Santa Casa de São Roque fala sobre morte de gestante após parto


19/09/2019 l Atualizada em - 19/09/2019 às 18:22

A Santa Casa de São Roque enviou uma nota no final da tarde desta quinta-feira (19), aos meios de comunicação, em questão da morte de uma gestante de 35 anos que após um atendimento  e a realização de um parto, morreu na tarde quarta-feira (18).

A dona de casa Edilaine Nascimento dos Santos, estava gravida de 38 semanas, horas antes de ser atendida no hospital, ela esteve presente na unidade em consulta cotidiana, voltou pra casa e sentiu-se mal, tendo que voltar ao hospital.

Ao voltar à Santa Casa, os médicos informaram que ela estava com uma hemorragia interna e que por estar gravida precisariam fazer o parto, que de modo programado pela equipe medica aconteceu às 4h da madrugada, porém, ao meio-dia  de quarta-feira os familiares foram informados sobre a morte da paciente.

Amigos e familiares tinham conhecimento de que a gravidez de Edilaine era de risco, mas questionam o quadro médico que atendeu a dona de casa durante a hemorragia, seguida do parto. Ela deixa duas filhas, uma delas especial. O recém nascido está internado na Santa Casa de São Roque.

Em nota vazia e sem muitas explicações, a direção do hospital informou que foram realizados todos os procedimentos necessários e previstos nos protocolos de atendimento à paciente, e que inclusive foi feito a solicitação de uma vaga para um hospital de maior complexidade.

Informando ainda que as circunstâncias do óbito serão verificadas pelo Comitê de Mortalidade Materno de São Roque, organismo de natureza interinstitucional, multiprofissional e confidencial que tem como objetivo analisar todos os óbitos maternos no município, seguindo a Resolução SS–74, de 12-9-2017 da Secretaria de Estado de Saúde de São Paulo que dispõe sobre o processo de notificação e investigação dos óbitos maternos, de mulher em idade fértil, infantil e fetal e dá providências correlatas.

Ressaltando ainda que como instituição de saúde, luta diariamente contra inúmeras dificuldades para continuar funcionando e atendendo a população.

Por final na nota a direção do hospital lamentou as manifestações ofensivas, compartilhamento e difusão de informações sem fundamento nas redes sociais e disse que irá tomar providencias judiciais cabíveis contra os autores de postagens que desrespeitam o luto da família, não retratam a realidade dos fatos, realizado que a própria direção do hospital limita-se em dizer.

Em um trecho da nota a Santa Casa disse ainda que em questão quanto as informações do prontuário e informações de atendimento medico da paciente, não irpa dar qualquer informação sobre, levando em consideração o Código de Ética Médica.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *