×
PUBLICIDADE

Em nota, UBER lamenta suposto caso de estupro ocorrido em Sorocaba

Redação

25 de novembro de 2019
Atualização:25 nov 2019 às 14:26

Em nota ao Correio do Interior,  a UBER se manifestou sobre o caso de um suposto estupro cometido por um motorista da empresa em Sorocaba na sexta-feira (22).

A Uber disse que lamenta o crime terrível que foi cometido e se coloca à disposição para colaborar com autoridades no curso das investigações. A empresa repudia qualquer tipo de comportamento abusivo contra mulheres e acredita na importância de combater, coibir e denunciar casos de assédio e violência. A conta do motorista parceiro foi desativada assim que a empresa tomou conhecimento do episódio.

Todas as viagens são registradas por GPS. Isso permite que, em caso de necessidade, nossa equipe especializada possa dar suporte às autoridades, observada a legislação brasileira aplicável, compartilhando informações sobre motorista parceiro e o usuário, seus históricos e qual o trajeto realizado, além de acionar seguro que cobre despesas médicas em caso de incidentes.

Polícia investiga motorista de UBER suspeito de estupro em Sorocaba

Recentemente, a Uber reforçou seu compromisso público para unir forças no enfrentamento à violência contra a mulher, com a continuidade do apoio a ONGs que são referência no assunto, materializado no investimento de R$ 5 milhões ao longo dos próximos três anos em parceria com entidades que são referência no assunto.

Segurança é uma prioridade para a empresa e por isso segue investindo constantemente em novas tecnologias.

Como parte do processo de cadastramento para utilizar o aplicativo da Uber, todos os motoristas passam por uma checagem de antecedentes criminais realizada por empresa especializada que, a partir dos documentos fornecidos pelo próprio motorista e com consentimento deste, consulta informações de diversos bancos de dados oficiais e públicos de todo o País em busca de apontamentos criminais, na forma da lei. A Uber também realiza rechecagens periódicas dos motoristas já aprovados pelo menos uma vez a cada 12 meses.

Redação

O Correio do Interior é produzido por jornalistas que apuram e checam informações dos fatos diariamente noticiados no jornal

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *