Descontrole da pandemia no Vale do Ribeira faz região voltar para a Fase Vermelha do Plano SP

Gabriel Kazuo

31 de julho de 2020
Atualização:31 jul 2020 às 16:15

Na 9ª reclassificação do Plano SP, anunciada em entrevista coletiva nesta sexta-feira (31), a Região do Vale do Ribeira foi a única que mudou de fase, segundo o Governador João Dória (PSDB). Segundo ele, e os secretários Marcos Vinholi e Patrícia Ellen, a região teve um aumento nas taxas diárias de variação de casos, internações e óbitos.

A região, que estava na Fase Amarela, vai voltar para a Fase Vermelha, fazendo com que somente o comércio essencial e as indústrias continuem funcionando. A decisão vale por 15 dias e será reavaliada em 14 de agosto.

Fazem parte do Vale do Ribeira, as seguintes cidades: Apiaí, Barra do Chapéu, Barra do Turvo, Cajati, Cananeia, Eldorado, Iguape, Ilha Comprida, Iporanga, Itaoca, Itapirapuã Paulista, Itariri, Jacupiranga, Junquiá, Junquitiba, Miracatu, Pariquera-Açu, Pedro de Toledo, Registro, Ribeira, São Lourenço da Serra, Sete Barras e Tapiraí. 

Em relação às demais regiões, como Sorocaba, elas continuarão aonde estão por mais 15 dias, sendo que algumas já apresentam sinais de melhora. Em todo o Estado, mesmo com o aumento no número de casos, provocado pelo aumento dos testes rápidos de COVID-19, a situação da pandemia está sob controle, com um platô na curva de internações e uma queda no número de óbitos.

Como funciona a avaliação de cada região no Plano São Paulo?

As 645 cidades do Estado de São Paulo foram dividias em 22 regiões, para poderem ser melhor monitoradas pela Secretaria de Saúde e do Desenvolvimento Econômico, sobre o avanço do coronavírus. O Plano SP contempla 5 fases de quarentena, e cada região pode tanto avançar para uma mais branda, quando regredir para uma mais restritiva.

Para tanto, cinco critérios foram adotados para fazer essa avaliação: taxa de ocupação de leitos de UTI ( a mais importante de todas), taxa de leitos disponíveis para cada 100 mil habitantes, taxa de variação de casos nos últimos 7 dias, taxa de variação de internações nos últimos 7 dias (segunda mais importante), e taxa de variação de óbitos nos últimos 7 dias. Entenda a seguir:

Fase vermelha- para uma região estar na Fase Vermelha, é necessário estar com uma taxa de ocupação de leitos acima de 80%, taxa de leitos de UTI/100 mil habitantes abaixo de 3,0, taxa de variação de casos acima de 2,0, taxa de variação de internações acima de 1,5 e taxa de variação de óbitos acima de 2,0.

Fase Laranja- uma região pode parar na Fase Laranja, como por exemplo Sorocaba, se apresentar os seguintes indicadores: taxa de ocupação de leitos entre 80% até 75%, taxa de leitos de UTI/100 mil habitantes entre 3,0 e 5,0, taxa de variação de casos acima de 2,0, taxa de variação de internações entre 1,5 e 1,0 e taxa de variação de óbitos entre 2,0 e 1,0.

Fase Amarela- São necessários os seguintes índices: taxa de ocupação de leitos entre 80% a 70%, taxa de leitos de UTI/100 mil habitantes acima de 5,0, taxa de variação de casos entre 2,0 e 1,0, taxa de variação de internações abaixo de 1,0 e taxa de variação de óbitos abaixo de 1,0.

OBS: Sorocaba e demais cidades da RMS estão com 4 dos 5 índices de avaliação favoráveis para a entrada na Fase Amarela, mas, o único entrave é a taxa de variação de internações, que está em 1,02. Só por esse detalhe que mantém os 48 municípios na Fase Laranja.

Fase Verde: Para alcançar a última fase de restrições antes da Fase Azul, que libera o retorno à normalidade, as regiões devem obedecer as seguintes condições: taxa de ocupação de leitos abaixo de 70%, taxa de leitos de UTI/100 mil habitantes acima de 5,0, taxa de variação de casos abaixo de 1,0, taxa de variação de internações abaixo de 1,0 e que apresentarem queda no número de pessoas internadas, e taxa de variação de óbitos abaixo de 1,0, desde que que a região apresente queda no número de mortes por coronavírus.

Também é necessário que a região permaneça por um mês na Fase Amarela para poder avançar para a Verde.

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *