PUBLICIDADE

Vírus da covid ômicron é confirmado em SP

Gabriel Kazuo

1 de dezembro de 2021
Atualização:01 dez 2021 às 16:35

Covid-Covid-19-Vírus-Africa

O Instituto Adolfo Lutz e a Secretaria de Saúde de São Paulo confirmaram os 3 primeiros casos da variante Ômicron da Covid no Brasil.

Dois dos casos são de um casal de missionários que moram na África do Sul, local  onde a nova variante teve origem, eles são brasileiros e estivarem no dia 23 de novembro, tendo desembarcado pelo Aeroporto Internacional de Guarulhos,  para visitar familiares na capital. O casal de 41 e 37 anos, entretanto foram vacinados na África com a vacina da Janssen, e mesmo assim foram infectados pelo vírus.

A Prefeitura de São Paulo está monitorando as pessoas com quem eles tiveram contato. As autoridades afirmam que os parentes do casal foram testados, e estão todos imunizados contra o coronavírus.

O terceiro caso é de um etíope, que veio visitar o Brasil e que também estava vacinado, mas com as duas does da vacina da Pfizer.

Variante ômicron causa preocupação

Os dois casos ajudam a comprovar algumas teorias já descobertas sobre a ômicron, que ela causa reinfecção do vírus e que ela é resistente a vacinas, Porém o que não se sabe ainda é se ela é mais letal que as demais variantes ou não, e quantas aplicações de vacinas são necessários para detê-la.

Por conta disso, muitas cidades brasileiras cancelaram o carnaval em 2022 e até mesmo as festas de réveillon 2021 temendo um novo surto de covid no Brasil. 

Sintomas da covid

Em média, os sintomas aparecem cinco ou seis dias após a infeção pelo vírus. No entanto, eles também podem levar até 14 dias para se manifestarem, tendo em vista que as novas variantes do covid tendem apresentam sintomas a curto, médio e longo prazo.

Sintomas mais comuns:

  • Febre
  • Tosse
  • Cansaço
  • Perda de paladar ou olfato

Sintomas menos comuns:

  • Dores de garganta
  • Dor de cabeça
  • Dores e desconfortos
  • Diarreia
  • Irritações na pele ou descoloração dos dedos dos pés ou das mãos
  • Olhos vermelhos ou irritados

Sintomas graves:

  • Dificuldade para respirar ou falta de ar
  • Perda da fala, mobilidade ou confusão
  • Dores no peito

 

Gabriel Kazuo

Formando em jornalismo pela faculdade ESAMC, é jornalista de editoria geral no Correio do Interior. gabriel.kazuo@correiodointerior.com.br

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *