×
PUBLICIDADE

Confira dicas gerais para entrevistas de emprego em homeoffice

Gabriel Kazuo

17 de fevereiro de 2021
Atualização:17 fev 2021 às 18:29

As entrevistas de emprego mudaram muito com a vinda da pandemia de Covid-19. Sem poderem realizá-las presencialmente, muitas empresas resolveram fazê-las em sistema de homeoffice, para se adequarem às medidas restritivas de isolamento.

Com o reaquecimento da Economia, muitas empresas voltaram a realizar processos seletivos e a lentidão na vacinação em massa da população brasileira obrigou-as a fazer as tradicionais entrevistas via videoconferência. Maria Luiza Nascimento, diretora de recursos humanos da Randstad no Brasil; Antonio Batist, especialista em carreiras; Andrea Greco, psicóloga e especialista em carreiras e Eliane Tenorio de Brito, coach, mentora, hunter e sócia-proprietária do Imap Minas dão dicas de como os candidatos devem se sobressair nesse novo estilo de entrevistas de emprego:

O que as empresas esperam dos novos contratados?

Maria Luiza Nascimento explica que as empresas querem que os candidatos demonstrem ser bastante flexíveis, e capazes de realizar a mesma tarefa em qualquer tipo de ambiente: ”Por isso, o candidato deve mostrar que pode atuar de forma efetiva em ambas as situações. Assim como ele tinha uma rotina de preparo para sair de casa, quando necessitava ir diariamente para o escritório, ele deve mostrar que tem uma rotina para trabalhar em casa ou em qualquer outro local.”

Na hora da entrevista, ela aconselha que o candidato demonstre para o empregador o que a pandemia de Covid-19 provocou em sua vida, quais mudanças aconteceram, e o que ele fez para superar a adversidade.

Para Antônio Batist e os demais especialistas aconselham que os candidatos sigam as mesmas regras de entrevistas de emprego presenciais, na questão de Comunicação e de gestual, mas que fiquem atentos para que a reunião não seja interrompida por barulhos dentro da casa, e que chequem sempre o funcionamento dos programas de videochamada.

Quais competências empresariais as empresas levam mais em conta na hora da entrevista?

Maria Luíza afirma que as competências que as empresas mais observam são as mesmas de antes da pandemia: ”O conhecimento que você tem é seu patrimônio e será mostrado respondendo às perguntas que serão feitas nas entrevistas, seja para trabalhar em remoto ou presencial.”. Outros pontos levados em conta são: adaptabilidade e organização. 

O especialista Antônio Batist também destaca outras, como resilência, proatividade, comunicabilidade e empatia. ”Entretanto, as competências necessárias variam de acordo com o cargo. As empresas mais organizadas costumam anunciar as vagas com uma descrição que envolve o perfil técnico e comportamental esperado e essa descrição deve ser a bússola do candidato.”

Nunca trabalhei em casa. Como responder ao entrevistador se eu estou pronto para o homeoffice?

Antônio Batist explica que neste caso, para aqueles que revelarem estar trabalhando pela primeira vez no homeoffice, é necessário informar ao empregador que a pessoa sabe trabalhar em equipe, e que é disciplinado o suficiente para realizar as tarefas, mesmo em sua própria casa:

”Demonstrar que sabe usar os meios necessários ou que se dispõe a aprender também ajuda. Além disso, mesmo sem experiência em home office, o candidato pode mostrar habilidades como uso de sistemas corporativos, e-mails, redes sociais.”

Os demais especialistas apontam outros 2 fatores para se levar em conta: a formação curricular, sobretudo se o candidato fez cursos de EAD e se a pessoa é organizada o suficiente para gerenciar horários e arrumar seu escritório.

Gabriel Kazuo

Formando em jornalismo pela faculdade ESAMC, é jornalista de editoria geral no Correio do Interior. gabriel.kazuo@correiodointerior.com.br

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.