Como impedir crianças de ver conteúdos impróprios no Netflix
PUBLICIDADE

Como impedir crianças de ver conteúdos impróprios no Netflix

Gabriel Kazuo

18 de outubro de 2021
Atualização:18 out 2021 às 8:29

É fato que hoje em dia os canais de streaming como Netflix e Amazon Prime Vídeo sejam uma nova tendência no mercado audiovisual. Entretanto, a maior discussão sobre o assunto, que inclusive vem ganhando força para virar um projeto de Lei, é como proteger as crianças de conteúdos que possam ser inapropriados para elas.

No Brasil, existem muitos poucos projetos, patrocinados por algumas instituições de ensino, que alertam os pais para que evitem que seus filhos assistam esses tipos de conteúdo. A principal orientação é que eles fiquem atentos à faixa etária de cada filme ou série e que digam para eles que tal programação não é adequada para a idade deles.

Inclusive, muitas dessas entidades defendem que esses canais de streaming restrinjam ainda mais o acesso de menores de 18 anos em suas plataformas, criando bloqueios para que elas possam ver esses vídeos. Esse tipo de debate não é novidade, pois há anos ninguém propôs nada que possa resolver essa problemática por completo.

Por conta disso, especialistas ligados a área da Pedagogia alertam que é dever dos pais monitorarem as atividades de lazer das crianças e é papel da escola orientar sobre questões como violência, sexo e drogas, que nessas séries não passam de ficção, e que não devem ser reproduzidos pelas crianças.

Tudo pode ser resolvido ”na base da conversa”

Muitos psicólogos defendem a classificação de conteúdos por faixa etária, pois eles definem quais assuntos podem ou não ser mostrado para cada idade (10,12,14,16 e acima de 18 anos). No caso dos canais de streaming, como a Netflix, é necessário que os pais assistam as séries junto com as crianças.

Algumas marcas oferecem a opção ”Kids”, com filmes e séries apropriados para crianças. Se ele/ela quiser assistir algo que esteja acima da sua faixa etária, ele deve pedir autorização dos pais ou responsáveis.

Se isso for permitido, é necessário conversar sobre o assunto com a criança. Se a série ou filme for violenta demais, ou tiver linguajar inadequado, é importante que os pais ressaltem que nada do que ela viu é real, e que é errado falar palavrões ou tratar as pessoas de forma violenta.

O Correio do Interior é produzido por jornalistas que apuram e chegacam informações dos fatos diariamente notíciados no jornal.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *