Comissão de Ética da Câmara de Sorocaba denuncia vereador Hudson Pessini (MDB)


10/12/2019 l Atualizada em - 10/12/2019 às 22:49

Moradora acusa vereador de mentir durante processo judicial

A Comissão de Ética da Câmara Municipal de Sorocaba investigará, a partir de hoje (10), uma denúncia contra o vereador do MDB, Hudson Pessini, feita por uma moradora da cidade.

Segundo o presidente da Comissão, o vereador Anselmo Neto (PSDB), a denuncia contra Hudson é pelo fato que ele alegou ”não ter condições financeiras” para arcar com os valores de um processo que envolvia a ex-assessora Tatiane Polis. Tal alegação não procede, pois o seu salário é de 12 mil reais.

Conforme o presidente da Comissão, neste processo judicial, o juiz determinou uma indenização no valor de R$ 40 mil para a ex-servidora. E, deste modo, o valor das custas do processo seria com base nesse valor; Hudson Pessini está recorrendo contra a indenização.

Apesar da gravidade da denúncia, Anselmo Neto acredita que o caso será arquivado, pois: ”Eu mesmo como advogado já fiz isso para vários clientes e quando a outra parte contesta o juiz manda pagar as custas, mas não vejo isso como uma prática de crime no processo. Porém, a questão do atestado de pobreza em processos judiciais não é atualmente previsto no código de ética da Câmara. Então, previamente, eu não vejo nenhuma situação de infringência na questão do código de ética, ou que houve alguma falta de ética dentro do Legislativo” ”

O vereador Hudson Pessini (MDB) disse que está tranquilo em relação à denúncia que foi feita contra ele e afirma que não cometeu nenhum tipo de ilegalidade ou crime.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *