×
PUBLICIDADE

Cientistas descobrem que Brasil já foi atingido por tsunami

Gabriel Kazuo

20 de setembro de 2021 - updated: 20 set 2021 às 20:21

Cientistas brasileiros descobriram evidências que o Brasil, mais especificamente o litoral da Paraíba, já sofreu com um tsunami. A pesquisa foi feita pela UERJ, em parceria com o Centro de Pesquisas e Estudos sobre Desastres.

Segundo os pesquisadores, um terremoto em Lisboa, em 1775, teria gerado um forte tsunami, que conseguiu chegar ao Brasil. Esse fenômeno havia sido registrado pelos membros da Corte Portuguesa, pois aconteceu durante o período do Império, mas nunca havia sido comprovado de fato.

Para a pesquisa, eles percorreram todo o litoral de Pernambuco até o Rio Grande do Norte, em busca de evidências, onde foi constatado a presença de alguns elementos químicos na terra, que só estariam presentes se fossem conduzidos por uma forte corrente marítima, no caso, um tsunami.

A forte onda conseguiu avançar 4km em terra firme, destruindo cidades, e afundando algumas ilhas locais. Mesmo não sendo um tsunami de grande porte, como o do Japão, há algum tempo, foi suficiente para causar grandes estragos.

Estudo vem após alerta de tsunami no Brasil na semana passada

A divulgação dessa pesquisa coincide justamente com os alertas recentes feitos por várias entidades que acompanham eventos sísmicos de alta periculosidade, sobre a chance de um tsunami no Brasil, após a erupção do Vulcão La Palma.

A erupção aconteceu neste domingo (19), e a lava já está indo em direção ao Atlântico. Toda a área das Ilhas Canárias foi devastada pelo La Palma, onde 5500 pessoas precisaram deixar suas casas às pressas, evitando assim uma tragédia maior.

Esse vulcão é o mais ativo da ilha espanhola, cujas erupções acontecem em um intervalo de 20 a 60 anos, mas nunca com um potencial tão destrutivo quanto a erupção deste ano.

Risco de Tsunami é pequeno, mas existe

O que muitos brasileiros vêm se perguntando é se esta erupção do La Palma pode causar algum efeito no Brasil, como um tsunami. Segundo a Rede de Sismologia Brasileira, a chance maior é de ressaca, com uma pequena (mas real) chance de Tsunami. 

O único efeito que esse cataclismo pode gerar é uma ressaca, principalmente na Região Nordeste. Para que um Tsunami se forme, é necessário que parte do vulcão desmorone na parte lateral, gerando a onda destrutiva.

E diferente do que vários veículos de Imprensa estão noticiando, principalmente o Correio do Interior, esse hipotético Tsunami atingiria apenas o Maranhão, Ceará e Rio Grande do Norte, não atingindo as praias do Sul e Sudeste do país.

Gabriel Kazuo

Formando em jornalismo pela faculdade ESAMC, é jornalista de editoria geral no Correio do Interior. gabriel.kazuo@correiodointerior.com.br

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

"