PUBLICIDADE

Cadáver em congelador ressuscita após 7 horas “morto”

Igor Juan

24 de novembro de 2021
Atualização:24 nov 2021 às 13:45

A internet está recheada de informações e situações inusitadas quase impossíveis de se acreditar. Mas esse caso que pelo título da manchete gera curiosidade dos leitores, não é apenas história, é um caso verídico  e vem gerando repercussão em jornais internacionais.

O caso ocorreu com indiano Srikesh Kumar de 45 anos que foi declarado vivo depois que os médicos afirmaram que ele estaria morto. Agora, a família poderá mover um processo contra o hospital que atestou o falecimento.

Tudo aconteceu depois que o Srikesh foi levado a um hospital com graves ferimentos após um acidente. Na unidade de saúde, os médicos fizeram de tudo para reanimar o indiano, mas nenhum dos esforços fez com que ele voltasse a ter sinais vitais.

Srikesh Kumar então foi declarado morto e em seguida colocado no refrigerador do necrotério, onde passou cerca de sete horas. No dia seguinte, a família do indiano esteve presente no hospital para assinar os devidos papéis permitindo a autópsia no corpo dele.

Foi nesta hora que uma cunhada de Kumar, cuja identidade não foi revelada, notou algo que a surpreendeu. A mulher viu o indiano se mexendo e rapidamente os médicos foram chamados para averiguar o caso. O homem então apresentou sinais de vida e foi levado para o suporte hospitalar para receber os cuidados de que precisava.

Infelizmente, Kumar ainda está em coma, considerando a gravidade dos ferimentos que sofreu. A família do indiano está acusando a unidade de saúde que o atendeu de negligência. O hospital, por sua vez, acredita que tenha se tratado de um milagre.

Igor Juan

Jornalista editor-chefe do Correio do Interior. Formando pela faculdade ESACM Sorocaba. Atuou na RedeTV!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *