Barueri é a 1ª cidade do País em desenvolvimento econômico


16/10/2019 l Atualizada em - 16/10/2019 às 9:37

A cidade de Barueri é, mais uma vez, a 1ª colocada no país em desenvolvimento econômico, de acordo com ranking divulgado pela Urban Systems na quinta-feira (10). Segundo o estudo, “o município conta com diversidade econômica, com importância em setores de serviço, educação, logística e industrial”. O levantamento mostra que, mesmo com a retração econômica dos últimos anos, o município mantém-se como polo de emprego, atraindo população de outras cidades, com 1,47 empregos por População Economicamente Ativa.

A renda média dos trabalhadores formais, é 39% em relação a dos brasileiros no geral, R$ 3.958. “Em momento de desaceleração econômica e interiorização da economia a cidade apresentou crescimento de 3,41% na frota de automóveis, superior à média brasileira, 2,79%1, revelou o levantamento.

Barueri também ostenta o 4º lugar entre as melhores para fazer negócios no Brasil; em relação ao ano passado subiu uma colocação e a 17ª em capital humano. O município de Santana de Parnaíba aparece em 20º lugar para fazer negócios, em comparação a 2018, alcançou melhora em oito posições. Parnaíba se destaca no critério Capital Humano, ocupando o 4º lugar.

PIB

A solidez da economia de Barueri se mostra também no Produto Interno Bruto (PIB) per capita da cidade, que é de R$ 177.735,30, 8º maior do Estado e 2ª da microrregião. Os dados são do IBGE Cidades, ano base 2017. Já Santana de

Parnaíba, anotou um PIB de R$ 65.644,99. O montante ficou em 43ª posição no Estado e em 4ª na microrregião.

A receita estimada para este ano no município de Barueri, governado pelo prefeito Rubens Furlan (PSDB) é de R$ 3,1 bilhões. Em Parnaíba, comandada também por um tucano, Elvis Cezar, é de R$ 1 bilhão. Segundo as administrações, elas conseguem se manter no azul, mesmo diante de crises financeiras no país, por conta da gestão de resultados e aplicação de investimentos em áreas prioritárias.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *