Após Sorocaba, Jundiaí decreta epidemia de dengue

Gabriel Kazuo - Correio do Interior

05/02/2020 l Atualização 08/02/2020 às 22:56

Depois de Sorocaba decretar epidemia de dengue com mais de 104 casos notificados, a cidade de Jundiaí também decretou epidemia. Segundo a Zoonoses, 67 casos foram registrados apenas no primeiro mês de 2020, sendo 46 descartados, 13 em analise e oito casos confirmados. Também há registros de casos de chikungunya na cidade.

Carlos Ozahata, coordenador da Zoonoses de Jundiaí, explicou ao Correio do Interior como a Zoonoses irá combater os focos do mosquito da dengue na cidade. “Fomos orientados pelo Ministério da Saúde a ficarmos atentos, assim como todos os municípios que tiveram surtos de dengue em 2019. Em janeiro os números registrados foram além do esperado e, por conta disso, a expectativa é que neste ano o número seja ainda mais alto, principalmente se considerarmos que estamos tendo muita chuva e temperaturas elevadas, condições básicas para que o mosquito se reproduza”, afirma ressaltando que a situação dos 42 municípios ao entorno de Jundiaí oferecem um panorama geral da arbovirose e contribuem para que as ações sejam colocadas em prática no momento oportuno.”

”Por hora, a unidade tem agido de forma assertiva para bloquear a proliferação do Aedes. Os munícipes com suspeita de dengue passam por um protocolo padrão, ou seja, primeiro fazem exames nas UBS’s. Posteriormente são encaminhados para laboratórios conceituados para serem avaliados. Posteriormente é feita uma ronda para saber a origem do mosquito. Nossa equipe realiza o trabalho de investigação dos casos suspeitos para detectar a origem do mosquito”, ressalta Ozahata, relembrando que todos os casos são provenientes de outras cidades ou mesmo de outros estados.”

Os bairros  com maior índices de casos são –  Vila Santana (2), Jardim Santa Gertrudes (1), Jardim Tulipas (1), Morada das Vinhas (1), Vila Jundiainópolis (1), Vila Hortolândia (1) e São Camilo (1). Diante disso, o alerta é para a Vila Santana, Vila Nambi, Centro, Jardim Tulipas, Santa Geovana, Jardim Tarumã e Jardim Novo Horizonte.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *