Aliado de Bolsonaro gera polêmica com banheiro multigênero do Mc Donalds
PUBLICIDADE

Aliado de Bolsonaro gera polêmica com banheiro multigênero do Mc Donalds

Igor Juan

11 de setembro de 2021
Atualização:11 set 2021 às 16:49

Na cidade de São Roque, interior de São Paulo, uma situação apontada por um aliado político do presidente Jair Bolsonaro, passou a gerar um debate e muita polêmica na cidade de 90 mil habitantes.

Eduardo Thomas que já foi candidato a prefeito na cidade vizinha, Mairinque, nas eleições de 2020, fez um post em suas redes socais no qual criticava a apontava um erro no banheiro da unidade do Mc Donalds inaugurado na cidade de São Roque na manhã de quinta-feira 9 de setembro.

Na publicação, Eduardo rebate o compartilhamento dos banheiros da rede de fast food, em que homens, mulheres, e o público LGBTQIA+,  possa usar o espaço até mesmo ao lado de crianças e idosos. No entendimento de Eduardo isso é totalmente incabível, em que a rede fere os princípios e valores da família tradicional brasileira, ação muito defendida pelo Presidente Bolsonaro na política.

“Imagina minha filha ir ao Mc Donalds e ter que dividir o banheiro no mesmo ambiente com uma mulher trans, ou até mesmo com homem gay, sendo que a maior parte desse público não respeita ninguém, se impõem explicitamente, com vestimentas e situações improprias” Disse um morador da cidade de São Roque na publicação de Eduardo.

A publicação feita na noite de sexta-feira (10), logo passou a obter muitos comentários e compartilhamentos, sendo que a maioria das pessoas concordava com o pensamento do bolsonarista, além de também expressarem indignação.  A Publicação foi excluída pelo Facebook ao que acompanhado pelo Correio do Interior, pois Eduardo passou a sofrer ataques do público LGBTQIA+.

Em uma live em sua rede social  ainda na noite de sexta-feira, ele disse que foi atacado até mesmo por membros e lideres do Prefeito de São Roque, Guto Issa, que nada falou sobre a situação em que Eduardo pedia explicações sobre o banheiro multigênero.

O Correio do Interior entrou em contato com a Arcos Dourados, empresa que administra as unidades do Mc Donalds no Brasil e América Latina, para esclarecer a implementação dos banheiros de gênero compartilhado, mas  não conseguimos êxito no contato, aguardando assim um posicionamento da companhia.

Com a situação o movimento LGBTQIA+ local emitiu uma breve nota pública sobre, mas os questionamentos ainda ocorrem pela cidade.

Nota – Movimento LGBTQIA+

“Desde que o debate sobre identidade de gênero começou a ganhar força na sociedade, bares, restaurantes, casas noturnas e até lojas têm adaptado seus banheiros para que todos se sintam confortáveis. Alguns fazem banheiros unissex, outros constroem uma terceira cabine que ambos os gêneros podem utilizar ou apenas colocam uma sinalização dizendo que quem decide é o usuário.
A empatia e atitude da rede McDonald’s o torna ainda mais respeitada, pois em sua essência está pronta para atender a todos sem qualquer preconceito, julgamento ou qualquer tipo de constrangimento desnecessário.
Parece um simples ato, mas para homens e mulheres trans é um grande avanço”.
Seguimos lutando por espaços, dignidade e respeito. Ressalta o movimento local.

Igor Juan

Jornalista de assuntos gerais, com especialização em assuntos de negócios e Política. Formando pela faculdade ESACM, com passagens pela RedeTV!, Jornal O Democrata, SP Agora e Band.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *