Acusado de matar jovem de 19 anos em Alumínio teria furtado álcool em velório para queimar corpo da vítima


03/10/2019 l Atualizada em - 03/10/2019 às 10:51

O suspeito de ter assassinado Aline Dantas teria furtado uma embalagem de álcool gel de um velório. O objetivo dele, segundo a Polícia Civil, seria queimar e ocultar o corpo da vítima.

O porteiro desempregado Heronildo Martins de Vasconcelos, 45 anos, teria assassinado Aline em 8 de setembro. Na manhã do dia seguinte, por volta das 6h, ele foi visto em um velório na cidade de Alumínio. O pai de um amigo do suspeito havia falecido.

Segundo a Polícia, ao deixar o velório, Vasconcelos teria furtado um álcool gel do velório. A ausência do produto foi sentida por pessoas que estavam lá.

De posse do produto, o suspeito teria seguido para o local do crime para executar seu plano. Foi comprovado pela Polícia que ele tentou queimar o corpo de Aline. O objetivo era ocultar o cadáver.

No dia 11 de setembro, o corpo de Aline foi achado na área de mata. Ela estava coberta por pedaços de madeira e parcialmente carbonizada.

De acordo com o titular da Delegacia Seccional de Sorocaba, Marcelo Carriel, o suspeito nega ter cometido o crime em Alumínio. Um laudo do Instituto de Criminalística encontrou material genético de Vasconcelos no corpo de Aline.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *