58% dos candidatos da região são de partidos da base fiel ao Bolsonaro
PUBLICIDADE

58% dos candidatos da região são de partidos da base fiel ao Bolsonaro

Redação

29 de outubro de 2020
Atualização:29 out 2020 às 9:04

Com o atual governo do Presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido). Não foi levado em conta os partidos que não tiveram candidatos na região em nenhuma das duas eleições.

Índice de governismo

Em analise, o serviço – São Roque Dados tomou por base o  Índice de Governismo, do site Congresso em Foco. Segundo o levantamento,  12 dos 24 partidos do Congresso formam a base fiel do governo. Essa base fiel é definida por votar de acordo com o governo em mais de 90% das votações e é formado por: PSL, Patriota, DEM, PSC, Novo, PSDB, MDB, PP, Republicanos, PL, PSD e PTB. Além desse grupo fiel, há outro grupo formado por 6 partidos com taxa de alinhamento entre 50% e 90%, ou seja, que votam mais parecido com o governo do que com a oposição. São eles: Solidariedade, Cidadania, Podemos, Pros, Avante e PV. Para facilitar a analise na nossa região, nomeei este grupo de “base parcialmente fiel” ao governo. Por fim, um conjunto de 6 partidos, PDT, PSB, Rede, PCdoB, PT e Psol, formam a oposição ao governo.

Em nossa região, entretanto, há partidos que disputam vagas mas não têm representação no congresso, e portanto não entraram no índice. Desse modo, estes partidos e seus candidatos foram considerados como um grupo único de partidos sem representação na câmara. São eles: PRTB, PTC e DC.

Oposição é minoria na região

Na microrregião de São Roque, dos partidos da base fiel ao Presidente, apenas PSC e NOVO não lançaram candidatos. Dos partidos parcialmente fiéis, todos lançaram candidatos na região e, da oposição, apenas Psol e PCdoB não lançaram candidatos este ano.  Assim, percentualmente, os partidos de oposição são os com menos presença na região, apenas 17%.

Em relação aos candidatos há um aumento na proporção entre os partidos. O grupo mais fiel ao Presidente é responsável por 58% das candidaturas na região, 14,5% a mais, indicando que estes partidos lançam mais candidatos que os outros.  Estes partidos lançaram, em média, 51 candidatos, sendo o PP o único deles com menos de 40 candidatos. Já a oposição tem em média 34 candidatos por partido, sendo que o PT lançou apenas 14 candidatos, todos em Mairinque.

O conjunto de partidos parcialmente fiéis são os que mais perdem espaço na comparação partidos e candidatos: de 26% dos partidos passam para 19% das candidaturas. Isso porque a média é de 28 candidatos por partido, a segunda mais baixa, perdendo apenas para os partidos sem representação, com média de 24 candidatos por partido.

Partidos fiéis cresceram em 2020

Quando comparado os números de candidaturas de 2016 com 2020, é perceptível um aumento do número de candidatos dos partidos fieis e a diminuição dos candidatos de todos os outros grupos. Ainda que não represente a força dos partidos, o número de candidatos pode indicar uma maior probabilidade de eleição, já que contribui para atingir o coeficiente eleitoral, no caso dos vereadores. Outro fator é a minirreforma eleitoral de 2017, que, entre outras coisas, proibiu a coligação entre partidos para disputas legislativas. Desse modo, o coeficiente precisa ser alcançado pelo partido individualmente, e não mais por uma coligação.

 

O Correio do Interior é produzido por jornalistas que apuram e chegacam informações dos fatos diariamente notíciados no jornal.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *