universal-security

Ibiúna tem o 3º pior índice de exposição a crimes violentos do Estado


19/11/2018 l Atualizada em - 01/03/2019 às 5:28

Ibiúna já havia ficado na 3ª posição neste mesmo índice em 2017.

Novamente Ibiúna aparece como a 3ª cidade mais violenta do Estado de São Paulo, segundo Índice de Exposição a Crimes Violentos (IECV) do 1º Trimestre de 2018, divulgado pelo Instituto Sou da Paz nesta semana. O município aparece com IECV de 42,6, perdendo apenas para Itanhaém 47,4 e Lorena 53,6. Para se ter uma ideia, as cidades com menores IECV são: São José do Rio Pardo, com 8,1 e Valinhos 8,4, ou seja, Ibiúna tem um índice cinco vezes maior que o dessas cidades, consideradas as mais tranquilas do Estado. Neste estudo, são incluídos outros crimes violentos além do estupro, como homicídio, latrocínio (roubo seguido de morte), roubos entre outros.

O Instituto Sou da Paz desenvolveu o inédito IECV para facilitar uma avaliação multidimensional da violência e da segurança pública no estado de São Paulo, agregando diferentes tendências criminais e permitindo uma comparação das estatísticas entre cidades e distritos policiais ao longo do tempo.

Quanto maior o IECV de um município, maior a exposição aos crimes violentos naquele local. Um IECV de 100 indica que o município/distrito policial teve as taxas mais altas de cada crime desde 2014 entre todos os municípios/distritos da amostra; por sua vez, um município/distrito com IECV geral igual a zero obteve as menores taxas entre todos os municípios/distritos em todos os crimes de 2014 até o mês de referência. Não foram considerados municípios ou distritos policiais com menos de 50 mil habitantes, restando 138 municípios paulistas e 86 DPs da capital.

Comentar reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *