universal-security

Moradores relatam problemas com infraestrutura e pavimentação no Planalto Verde em São Roque (SP).


14/11/2018 l Atualizada em - 14/11/2018 às 11:22

Um vídeo tomou grande proporção nessas últimas semanas em São Roque (SP). Um morador do bairro Planalto Verde denunciou problemas graves de saúde pública e infraestrutura no local. Problemas de pavimentação e estradas de terra em situações precárias com buracos e pedregulhos foram alguns deles. Destacando que moram muitos idosos com idades próximas aos 100 anos no local e que tudo isso gera dificuldades de locomoção.

Com mais de 40 anos de existência, o Planalto Verde ainda não tem completamente sua pavimentação em dia e com os problemas nas estradas de terra, consequências como lesões na pele e luxações já foram relatadas por idosos de um residencial que está localizado no bairro. “Se no caso de uma emergência uma ambulância vir aqui, ela deverá reduzir muito sua velocidade pela precariedade da estrada”, relata o morador.

“Em pleno 2018, somos quase que isolados”

Ele conta também que não há tratamentos de esgoto, os moradores têm dificuldades com sinal de internet e outro fator que dificulta a vida deles é a inexistência dos serviços dos Correios no bairro.

Em outubro, um abaixo-assinado foi assinado por 337 moradores e entregue à prefeitura relatando os problemas.

Além dos idosos, todos sofrem com a poeira causada pelas estradas, podendo gerar problemas respiratórias até em crianças moradoras do local. “Os moradores pagam em torno de R$1.500 de IPTU. Dinheiro o bairro tem e o mesmo precisa retornar para ele”, ele conclui.

 

Um outro vídeo publicado recentemente está circulando nas mídias sociais em que mostra moradoras idosas, de um residencial próximo ao local, pedindo para que seja feito reparos nas estradas e solicitando asfalto para facilitar o deslocamento dos mesmos.

 

O Correio tentou entrar em contato com a Prefeitura de São Roque, mas até o fechamento desta matéria não tivemos retorno.

Comentar reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *