Ator são-roquense Juca de Oliveira recebe homenagem da cidade

Aconteceu na noite desta segunda-feira (14) a Sessão Solene de aniversário dos 185 anos da Câmara Municipal de São Roque juntamente em comemoração do aniversário dos 361 anos de fundação do município. A solenidade foi presidida pelo vereador e também Presidente da Câmara, Niltinho Bastos.

O marco da noite foi a homenagem feita ao são-roquense José de Oliveira Santos, mais conhecido como Juca de Oliveira, ator consagrado nacionalmente por seus trabalhos. A ele foi concedida a Medalha do Mérito Barão de Piratininga, por indicação do vereador Guto Issa.

Em conversa com o Correio, Juca conta que ser homenageado em sua própria cidade é um ato altamente significativo e com certeza, mais importante do que todos os troféus e prêmios que o ator já ganhou ao longo de 60 anos de trabalho profissional como ator e escritor de teatro. “Essa homenagem vem da minha gente, dos meus amigos e meus parentes. Isso é muito importante e mostra que eu não os decepcionei de certa forma. Eu correspondi à expectativa”, brinca o são-roquense.

“São Roque é tudo pra mim, pois aqui comecei minha vida junto ao meu pai e minha mãe. Meus primeiros trabalhos que eu tive foram aqui, meu pai exigia muito que eu trabalhasse, queria que eu arranjasse um emprego para que de certa forma melhorasse de vida, éramos pobres”.

Juca começou a trabalhar cedo, com apenas 11 anos já tinha um emprego profissional. Na conversa, ele lembra que já trabalhou como auxiliar de farmácia do “Nenê”, não deixou de contar das costuras que fazia com solas de pneu em botinas de couro na “Sapataria do Roquinho Nastri”, e também, em sua passagem na “Fábrica de Imóveis do Salomão”.

O teatro

Questionado sobre a importância do teatro para a vida das pessoas, Juca afirma que o teatro é a coisa mais importante que existe na cultura do homem. “Você sabe como são os homens através do teatro, lendo os clássicos você sabe exatamente como eram os homens naquela época, o afeto, costumes, amor, e é por isso que é profundamente importante que se continue fazendo.”

Ele explica que o teatro no caso do homem resulta na elevação da cultura. Enquanto na televisão é entretenimento, o teatro cria modelo de cultura, socializa novos comportamentos. Então, em sua maneira modesta de ver, é o que é de mais importante na cultura dos povos. E conclui que fica bem feliz em saber que em São Roque existem pessoas com o propósito de perpetuar a arte.

Além do teatro, Juca se consagrou também na televisão. Estreou na Rede Globo em 1973 na novela O Semideus, e desde então participou de diversos trabalhos da emissora como O Clone e Avenida Brasil.

 Os homenageados

Além do ator, mais quatro pessoas foram homenageadas na Sessão Solene. Duas placas de homenagem foram entregues à deputada Estadual Maria Lucia Amary e ao o Juiz Federal Dr. Fernando Marcelo Mendes. O Título de Cidadão São-roquense foi destinado ao Osvaldo Meleiro e a Medalha do Mérito Vasco Barioni, foi para o jornalista Vanderlei Luiz Rosa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *