IFSP e Guto Issa desenvolvem projeto sobre os Casarões de São Roque

Os Casarões de São Roque são comentados por muitos e admirados pelos turistas que circulam pela cidade nos finais de semana. Buscando valorizar essas construções antigas, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo, Campus São Roque (IFSP/SRQ) e o mandato do Vereador Guto Issa (Rede) se juntaram para desenvolver o projeto intitulado “Roteiro dos Casarões de São Roque”.

Segundo explica Guto Issa, a parceria tem o objetivo de revitalizar o Centro Histórico da cidade. “A ideia é de identificar e mapear os casarões, entrevistar oralmente os moradores dos imóveis e analisar documentos que constam no Cartório de Registro de Imóveis. Também serão comparadas fotos antigas com imagens recentes das fachadas dos Casarões, com o objetivo de identificar os estilos arquitetônicos. Ao final, pretendemos colocar placas explicativas contendo parte da história desses Casarões, com o apoio da iniciativa  privada”, explica Guto

O Projeto “Roteiro dos Casarões de São Roque” é coordenado pelo prof. Dr. Rogério de Souza, e faz parte de uma ação maior que visa aprimorar a formação dos estudantes do IFSP/SRQ através da realização de ecoturismo no CECT Brasital e conscientização dos frequentadores de São Roque para a preservação do patrimônio histórico, cultural e natural da cidade.

Nas próximas semanas, o Vereador Guto Issa e o prof. Dr. Rogério de Souza divulgarão demais informações sobre o andamento do projeto e aproveitam essa oportunidade para convidar aqueles que se interessaram pela ação para entrar em contato com os envolvidos.

Demais ações voltadas ao patrimônio histórico

Desde o seu primeiro mandato, Guto Issa tem uma enorme preocupação com a preservação dos bens culturais do município, dos patrimônios históricos e da revitalização do centro, incluindo os casarões do centro, que é o principal ponto do projeto. Em 2014, após intensa luta do Vereador, o Conpreha – Conselho de Preservação do Patrimônio Histórico, Artístico, Paisagístico e Cultural da Estância Turística de São Roque, foi reativado com o objetivo de reconhecer o valor histórico de prédios como a Brasital, os casarões do centro e a antiga escola Bernardino de Campos, por exemplo. Porém, faz um ano e meio que o Vereador Guto Issa vem solicitando ao Governo Municipal para que o Conpreha seja reativado novamente.

“O Conpreha iniciou suas atividades, depois de um tempo deixou de existir e faz um ano e meio que solicito ao Executivo para que ele volte às atividades. Essas ações de preservação poderão auxiliar muito na revitalização do Centro Histórico de São Roque”, conclui Guto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *