16 pessoas morreram em Jandira a espera de vaga UTI com covid-19
PUBLICIDADE

16 pessoas morreram em Jandira a espera de vaga UTI com covid-19

Redação

6 de abril de 2021
Atualização:06 abr 2021 às 15:31

O número de pacientes que morreram à espera de um leito de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) na Grande São Paulo  com covid-19chegou a 312 na segunda-feira (05). Outros 128 pacientes ainda aguardam por um leito nos 39 municípios da região. Os municípios de Embu das Artes e Itaquaquecetuba registram 100% de leitos ocupados para tratamento intensivo.

Os números são atualizados diariamente pela Agência Record com informações de prefeituras das 39 cidades que compõem a região sobre a ocupação dos leitos, possíveis filas de espera e óbitos.

Em comparação com a semana passada, houve um crescimento de 55% no número de óbitos de pacientes que esperavam por um leito de UTI. Em 22 de março, eram 93.

Situação em cada uma das cidades da Grande São Paulo

Jandira tem 10% dos leitos com SVP e 9,1% dos leitos de enfermaria ocupados. Uma pessoa aguarda na fila de espera por uma vaga de UTI.

Osasco tem 93% de UTIs ocupados, 74,8% das enfermarias, mas não há pessoas em fila de espera;

Itapevi tem 78% dos leitos ocupados de enfermaria e 85% de ocupação UTI. São 5 pacientes em fila de espera por uma vaga de UTI;

Cotia está com 42% dos leitos amarelos e vermelhos da UPA e Pronto Atendimento ocupados. Há 3 pacientes à espera por leito hospitalar via CROSS;

Carapicuíba tem 58% das enfermarias ocupadas, 98% de UTIs e o número de pessoas em fila de espera por uma vaga de tratamento intensivo é de 14;

Barueri tem taxa de ocupação para UTI de 95,06% e de 98,73% para enfermaria. Há 14 pessoas em fila de espera por uma vaga de UTI;

O Correio do Interior é produzido por jornalistas que apuram e chegacam informações dos fatos diariamente notíciados no jornal.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *